Cearense de 131 anos pode ser reconhecido como homem mais velho do mundo

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

João Coelho é aposentado, pai de três filhos, tem uma neta e mora com a esposa de 62 anos e, segundo a família, ainda é bastante lúcido - Foto: Reprodução/Facebook


João Coelho de Souza, de 131 anos, é um ex-seringueiro cearense, morador da comunidade Estirão do Alcântara (Acre), que teve a história divulgada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS-AC). Com a certidão de nascimento datada em 10 de março de 1884, ele desbanca o título reconhecido de homem mais velho do mundo do japonês Yasutaro Koide, de 112 anos.

João Coelho é aposentado, pai de três filhos, tem uma neta e mora com a esposa de 62 anos e, segundo a família, ainda é bastante lúcido. O cearense recebeu uma visita do funcionário Kennedy Afonso para comprovação de vida dele, procedimento que ocorre com pessoas seguradas com mais de 90 anos.

Kennedy fez um apelo em seu perfil no Facebook aos órgãos responsáveis pelo reconhecimento do título de "homem mais velho do mundo" para João Coelho. "Faço um apelo ao governo do Estado e/ou ao prefeito de Sena Madureira, que determinem ao órgãos competentes para que façam um levantamento e, confirmando-se a veracidade dos fatos, que reivindiquem a inscrição no Livro dos Recordes, com certeza é o homem mais velho na face da terra", publicou. 

Recorde mundial

Após a morte de Sakari Momoi, aos 112, Yasutaro Koide foi reconhecido como homem mais velho do mundo pelo Guinness World Records. Koide mora em Nagoya, no Japão, e nasceu em 13 de março de 1902.




Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: