Medicos realizam a primeira operação de redução pênis do mundo

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest
Um menino de 17 anos de idade foi submetido a primeira operação de redução pênis do mundo, segundo os cirurgiões.

O adolescente americano solicitou a cirurgia depois que seu pênis cresceu e ficou muito grande, restringindo até mesmo a sua capacidade de ter relações sexuais ou praticar esportes competitivos.

Os cirurgiões do menino ficaram chocados quando ele veio a eles reclamando que seu pênis era muito grande.

O pênis quando flácido, media mais de 17 centímetros de comprimento e tinha uma circunferência de 25 centímetros, disseram os médicos.

O cirurgião encarregado de tratar do adolescente, Rafael Carrion, urologista da Universidade do Sul da Flórida, disse ao site MailOnline em fevereiro: "Chega um momento na carreira de cada urologista que um paciente faz uma pergunta tão rara e impossível de compreender que choca, mesmo com toda sua experiência médica. Disse ele.

"Essa pergunta foi" você pode fazer o meu pênis menor "? 



Estima-se que esse menino de 17 anos de idade, da Flórida seja a primeira pessoa a passar por uma cirurgia de redução de pênis.

O adolescente sofria de várias crises de priapismo - ereção indesejada - devido a ter uma condição na qual as células sanguíneas bloqueavam os vasos sanguíneos do pênis, fazendo-a inchar.

Isto fazia com que seu seu pênis permanecesse inchado e disforme.

Ele disse que era incapaz de ter relações sexuais ou praticar esporte competitivo, tinha dificuldade para vestir suas calças devido à seu 'membro grande e pesado', o adolescente relata que quase sempre se sentia constrangido pois mesmo bem vestido o volume era perceptível. ele disse que o pênis não crescia quando tinha ereção apenas inchava ficando mais firme.

O Dr. Carrion e sua equipe analisaram um histórico médico, mas não foi possível encontrar qualquer outro caso na história.

'O Senhor sabe que há uma corrida global sobre a forma de torná-lo maior e mais grosso nos círculos de cirurgia plástica, mas muito pouco sobre a forma de torná-lo menor ", disse ele.

No final, eles decidiram embarcar em uma técnica cirúrgica normalmente utilizado para tratar a doença de Peyronie, uma condição onde o tecido cicatricial se desenvolve ao longo do pênis, fazendo dobrar.

Os médicos foram capazes de contornar a uretra - o tubo que transporta a urina através do pénis - e todos os nervos que fornecem sensação.

O adolescente passou apenas dois dias no hospital antes de voltar para casa, aparentemente em 'êxtase' com seu novo pênis.



 

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: