Por ciúmes do perfil da mulher em rede social, marido a esquarteja com serra

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest


Flávia tinha um filho especial que era cuidado pelo marido, que não tolerava rede social na net


O corpo de uma mulher foi encontrado esquartejado em uma casa em construção no município de Olinda, em Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Civil, a dona de casa Flávia Maria do Nascimento, de 33 anos, foi morta pelo próprio marido, identificado como Flávio Machado Lima, que está foragido. A motivação do crime teria sido ciúmes.

Segundo a delegada Gleide Ângelo, da Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de Olinda, que investiga o caso, o casal estava junto há seis anos. O homem, inclusive, ajudava a companheira a criar o filho dela, que sofria de problemas neurológicos.

A delegada disse ainda que parentes do rapaz chamaram a polícia, no dia do crime, depois que Flávio entrou na casa do irmão dizendo ter feito algo terrível. Depois disso, o suspeito deixou o local e não foi mais visto.


                

Suspeito usaria carrinho de mão para carregar sacos plásticos onde
estavam membros da vítima (Reprodução / Facebook)

'Ele (Flávio) era um homem ciumento. Ele a matou com facadas no abdômen. Depois, usou uma serra para esquartejar o corpo e esconder a cabeça e os membros em sacos plásticos, que estavam nessa casa em construção, ao lado da casa dele. Eu acho que ele premeditou o crime' disse a delegada, que acrescentou: 'Alguns familiares já comentaram que Flávio não queria que ela tivesse conta alguma em rede sociais. Mas, ela fez um perfil no Facebook e isso foi um dos motivos que gerou esse ódio todo dele, toda essa desgraça".

O sepultamento de Flávia aconteceu nesta segunda-feira. Ainda nesta terça-feira, a polícia espera ouvir parentes da dona de casa para saber mais detalhes da relação dela com o companheiro. O suspeito continua sendo procurado.



Fonte: Extra.globo



Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: