Conheça a modelo que é capa de uma das principais revistas esportivas

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

A beleza da modelo Ashley Graham, de 28 anos, destoa dos corpos definidos de atletas e modelos que costumam ser selecionados para estampar as páginas da edição de moda praia da Sports Illustrated, umas das principais revistas esportivas dos EUA com tradição de 62 anos de existência.

A revista anunciou Ashley Graham com a segunda modelo plus size a participar das sessões de fotos da edição especial de moda praia - considerando a modelo Robyn Lawley como a primeira a ter conquistado esse espaço. Mas, a própria Ashley se intitula como a primeira modelo plus size da Sports Illustrated. Isso porque Robyn não se encaixaria exatamente no padrão.

Confira os 10 motivos para você admirar a modelo plus size que é capa de uma das principais revistas esportivas dos EUA.

1. Ela é a primeira modelo plus size a ser uma das estrelas da Sports Illustrated?

Ela ilustra a capa da edição de fevereiro da revista

Robyn, que participou do número especial de moda praia do ano passado, usa o tamanho 12 dos Estados Unidos, que equivale ao 40 no Brasil.

A modelo Robyn Lawley como a primeira a ter conquistado esse espaço

Portanto, ela pode estar fora dos padrões esquálidos das semanas de moda internacionais, mas está longe de estar acima da média de peso das mulheres reais.

O nome de Lawley já esteve envolvido em uma polêmica sobre o assunto em 2014, quando revistas femininas e de moda a classificaram como plus size.

A norte-americana Ashley Graham usa o tamanho 16, ou seja, modelagem 44 brasileira


"Realmente sem palavras! Esta capa é para cada mulher que sentia que não era bonita o suficiente por causa de seu tamanho", escreveu a Ashley no Instagram sobre a aparição na revista esportiva americana.

A modelo Gigi Hadid está entre as beldades que foram fotografadas para a edição

2. Ela usa as redes sociais para encorajar as mulheresa praia da revista esportiva

Acredite, ela também é considerada fora do padrão para
estar nas passarelas, já que tem mais curvas

Ashley tem mais de um milhão de seguidores no Instagram e seus posts sempre são acompanhados de hashtags inspiradoras como #beautybeyondsize (beleza além do tamanho), #NoRetouchNeeded (retoques não são necessários) e #curvesarein (curvas estão em alta).


Ashley também lançou no Instagram a ação #IAMSIZESEXY para promover a coleção de lingerie assinada por ela e estimular as mulheres a compartilhar fotos valorizando a sua própria beleza.

3. Ela é uma ativista pelo corpo real


A própria Ashley se apresenta como modelo e ‘body activist’. Ela não economiza no discurso para valorizar a beleza real das mulheres e incentivar que cada uma ame o próprio corpo. Essa atuação lhe rendeu um convite para participar do Ted Talk - conferências sobre “ideias que merecem ser compartilhadas”, como define a organização sem fins lucrativos que organiza o evento.


O Ted Talk que a modelo apresentou chamava-se "Plus Size? More like my size". Durante a apresentação, ela encorajou as mulheres a se amarem mesmo se estiverem fora dos padrões da indústria da moda, que sempre busca uma perfeição que não existe. “Be you. Be real. Be authentic. Be your favorite kind of woman” (Seja você. Seja real. Seja autêntica. Seja o seu tipo favorito de mulher) era umas das mensagens de Ashley.


A modelo já trabalhou para campanhas de empoderamento feminino, como “Plus é Igual” e “Eu não sou uma angel”, que fazia referência ao padrão de beleza das modelos da marca de lingerie Victoria's Secret.

4.Ela mostra que pessoas fora dos padrões de beleza da moda também se alimentam de maneira saudável


“Engorda porque come demais." Esse é um dos julgamentos que as pessoas que estão acima do peso pregado pela indústria da moda precisam enfrentar. Em seu Instagram, Ashley mostra que se preocupa com a alimentação e tem prazer em consumir itens saudáveis.


Ela é adepta da marmita, prática que ajuda a ter a garantia de que a
preparação dos alimentos seguiu premissas saudáveis

A modelo plus size gosta de tomar suco verde e chegou a dividir com seus seguidores uma de suas receitas: couve, pepino, espinafre, maçã, gengibre, maçã.

5. Ela prova que estar acima do peso padrão não significa ser preguiçoso


Fã de exercícios, Ashley quebra mais um preconceito: o de que todas as pessoas que não são magras são sedentárias e não gostam de praticar atividade física.


Ashley faz questão de compartilhar em suas redes sociais parte de sua rotina de exercícios físicos para força e aeróbicos.

Ela é adepta da luta e, geralmente, seus looks para praticar essa modalidade são bastante estilosos


Andar de bicicleta também está na lista de esportes praticados pela modelo

Ela chega a pedalar 40 quilômetros, como no dia da foto acima, em Nova York

6. Ela não segue as imposições da moda


“Gordinha não pode usar isso, não pode usar aquilo”. Se você tem calafrios quando lê ou ouve esse tipo de regra, saiba que Ashley está trabalhando para que isso um dia acabe.

Listras horizontais?


A modelo prefere não seguir regras e defende que cada mulher avalie o que fica bem em seu próprio corpo. Vestidos justos, estampas, top cropeed e branco - itens geralmente não indicados para gordinhas - têm passe livre no guarda-roupa da modelo.

A modelo plus size ousa e se sai muito bem ao usar roupas brancas e ajustadas ao corpo

 Ela usa também, provando que não há regras impossíveis de serem quebradas

Em outubro do ano passado, a revista da apresentadora Oprah Winfrey criou uma polêmica ao responder a uma leitora que apenas quem tem a barriga chapada pode usar top cropped.


É comum ver fotos de modelos plus sizes que se parecem mais
com modelos magras esticadas na horizontal

Mulheres com diferentes silhuetas se mobilizaram e postaram nas redes sociais seus looks. Ashley está no time das mulheres que discordam dessa regra.

7. As fotos de Ashley não tem retoques excessivos


Mas as fotos de Ashley mostram detalhes da mulher real. Sim, ela tem celulite e dobrinhas, e as exibe sem vergonha.

Sim, ela tem celulite e dobrinhas, e as exibe sem vergonha

8. Ela conquistou o mundo da moda


A modelo norte-americana tem muitos trabalhos comerciais e já conquistou um lugar no mundo fashion. Ela participou do primeiro desfile plus-size da Semana da Moda de Nova York.

8. Ela conquistou o mundo da moda


Ela também já foi capa da Elle Canadá.


9. Ela é versátil


Além de modelo e ativista, a Ashley também é estilista, ela assina uma marca de lingerie. Ser fotografada com pessoas de biotipos diferentes não é um problema para a modelo plus size.


Ashley compartilha diversos desses cliques em suas próprias redes sociais.


10. Ela não se intimida perto de pessoas magras


Na foto, ela posa ao lado da supertop Karlie Kloss, que é angel da Victoria's Secret
É comum ver fotos de modelos plus sizes que se parecem mais com modelos magras
esticadas . As fotos de Ashley não tem retoques excessivos
(Fotos: Reprodução Instagram @Theashleygraham)

Fonte: O Estado de S. Paulo
Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: