Mãe é condenada a prisão perpétua por matar as três filhas

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest
Uma mãe da Califórnia, nos Estados Unidos, que esfaqueou as três filhas até a morte, foi condenada nesta segunda-feira a prisão perpétua. Carol Ann Coronado, de 32 anos, cometeu o crime em maio de 2014, quando foi encontrada coberta de sangue em uma cama ao lado das meninas na sua casa.

Segundo uma reportagem do jornal “Ny Daily News”, ela matou Sophia, de 2 anos, Yazmine, de 1 ano, e Xenia de 2 meses, após se ferir com uma faca. Carol se declarou culpada por razões de insanidade, mas o juiz achou que ela estava sã no ato do crime. Ela foi condenada por três acusações de assassinato em primeiro grau.

As meninas foram mortas em 2014

A defesa de Carol Ann alega que ela estava sofrendo de depressão pós-parto. O marido dela, Rudy Coronado, contou ao jornal “Los Angeles Times” na época do crime que pensou ter visto “um demônio” dentro de sua esposa quando ele a encontrou.


O advogado de Coronado pediu clemência e pediu ao juiz para mandá-la para um hospital psiquiátrico em vez de prisão. O juiz recusou e disse que qualquer tratamento terá que ser feito na prisão. Os promotores não sabem o motivo do crime, mas acreditam que a mulher pode ter matado as filhas para se vingar do marido, que tinha pedido o divórcio, segundo informações do “Daily Breeze”.

Fotos: Reprodução / Facebook / Internet

Fonte: Extra.globo



Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: