Programa ‘Minha Casa, Meu Maranhão’ beneficiará maranhenses de Belágua com moradia digna

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest



Moradia digna e mais qualidade de vida para centenas de moradores da cidade de Belágua, que serão beneficiados pelo programa ‘Minha Casa, Meu Maranhão’, do Governo do Estado. Serão cinco povoados atendidos com a construção de aproximadamente 100 unidades habitacionais, substituindo moradias de taipa e barro por construções de alvenaria. Com a ação, o governo reduzirá em 57% o número de casas precárias no município. O programa integra as ações do plano ‘Mais IDH’, que tem como meta elevar os indicadores sociais nos 30 municípios mais pobres do Maranhão.
As casas serão construídas nos povoados Piquizeiro, Juçaral dos Mendes, Preazinho, Pilões e Anajá – zona rural do município. Com aproximadamente 46,43 metros quadrados de área construída, as casas possuem sala, dois quartos, cozinha, banheiro e quintal com área de serviço. A secretária de Estado das Cidades (Secid), Flávia Alexandrina, ressaltou que as obras são acompanhadas por equipes da Secid, que na semana passada estiveram em Belágua para mais uma vistoria.

“As obras estão céleres. Essas unidades habitacionais vão elevar o nível das moradias na zona rural do município. É uma ação fruto da sensibilidade do governador Flávio Dino, que desde o início da gestão priorizou a solução deste problema”, destacou a secretária Flávia Alexandrina. Ela informou ainda que a comunidade atendida pelo programa foi alvo de diversas ações para geração de emprego e renda e nas áreas da Saúde, Assistência Social, Educação Ambiental e Patrimonial.

Para o morador de Piquizeiro, Everaldo Ferreira da Silva, 36 anos, é uma alegria ter onde morar com dignidade. “Agradeço ao governador Flávio Dino. Deus tocou no coração dele e ele está ajudando quem mais precisa. Parabéns pela iniciativa”, disse.

A zona rural do município de Belágua possui 1.263 moradias – entre construções de taipa, barro e alvenaria com revestimento - destas, 175 são de taipa e barro e 381 foram classificadas como precárias, ou seja, não totalmente adequadas para a habitação. Os dados são do Censo 2010, último realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Sobre o programa

O programa ‘Minha Casa, Meu Maranhão’ é um plano de habitação com foco nas áreas rurais dos municípios do interior do estado e já contempla dez cidades. No total, são mil famílias - aproximadamente 3,8 mil pessoas. Além de Belágua, obras do programa já estão em andamento em dez municípios. Foram empregados recursos de R$ 2,5 milhões para as obras que têm previsão de entrega até o final deste ano. Outras cinco cidades Lagoa Grande, Satubinha, Conceição de Lago Açu e Araioses - estão na etapa de licitação para início das obras do programa.




Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: