Criança de 7 anos se desespera e tenta socorrer a mãe, esfaqueada e morta em suposto assalto

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest


Uma mulher morreu após ser esfaqueada por um homem ao dizer que não tinha dinheiro, na última quinta-feira (14), no bairro do Estácio, região central do Rio. A dona de casa Cristiane de Souza Andrade , de 46 anos, foi atingida duas vezes no pescoço, por volta das 20h, quando saía do Supermercado Prix e um homem tentou assaltá-la.

De acordo com um filho da vítima que preferiu não se identificar, sua irmã de 7 anos socorreu a própria mãe. A filha saiu correndo pela rua e chamou por um táxi que passava pelo local. A mulher foi levada ao Hospital Souza Aguiar, onde foi operada, mas não resistiu.

"Ela estava saindo do mercado — isto são relatos da minha irmã de sete anos de idade, que estava com ela —, foi abordada por um rapaz que pediu dinheiro. Só que ela falou que não tinha e simplesmente deu duas facadas no pescoço dela. A minha irmã ajudou a socorrer [nossa mãe]", conta. 

Ainda não está claro o que realmente aconteceu.O delegado da Divisão de Homicídios da Polícia Civil disse que a vítima foi namorada do criminoso.Entretanto,familiares negam ter havido qualquer tipo de relacionamento entre os dois.

De acordo com PMs, após uma denúncia anônima, policiais foram à Rua Paulo de Frontin, onde viram Rojelson Santos Baptista ser agredido por populares. Após conter a violência,os policiais o levaram para o Hospital Souza Aguiar para ser atendido. Por volta das 22h, ele foi conduzido até a Divisão de Homicídios (DH), responsável pela investigação do caso.

A vítima foi enterrada nessa sexta-feira(15) no cemitério do Caju.




Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: