Em Bernardo do Mearim, é dado inicio ao processo de demolição da Igreja Batista

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest
Na manhã desta segunda-feira 11/07 foi dado inicio ao processo de demolição do prédio da primeira Igreja Batista em Bernardo do  Mearim.

Até a data desta ultima quarta-feira 13 o teto do antigo templo já havia sido completamente removido. De acordo com a equipe que trabalha no local no processo de demolição, dentro de mais uma semana, as quatro paredes também irão a baixo.

A retirada de todo o entulho levará mais algum tempo também segundo eles.

O pastor  Eraldo Leite que coordena o processo de demolição e construção de perto, disse que apesar da rapidez, a ideia de começar a construir estar prevista para depois de outubro.

Não é só demolir, depois de tudo há ainda a preparação do solo para podermos dar inicio a construção, estimo que la para o mês de outubro é que daremos inicio de fato. disse o pastor.

Apenas um pequeno numero de pessoas se demonstraram pouco satisfeitas com a demolição do prédio por se tratar de um patrimônio histórico. Será que não tinha como mexer só na parte interna e deixar a faixada? perguntou uma pessoa.

A direção da igreja disse que já não havia mais como acompanhar a evolução do tempo, hoje em dia por exemplo tudo é climatizado, um engenheiro contratado pela coordenação avaliou que seria correr riscos mesmo para um simples sistema de climatização.

Através dos anos, os matérias e técnicas de construção foram mudando, não que o processo do construtivo esteja relacionado ao modismo, mas por causa de uma super-oferta de novas tecnologias, que fizeram avançar esta área. A pesar de certos aspectos terem se mantido constantes, outros variam muito. Enquanto surgiram produtos e processos novos e inovadores, outros se tornaram obsoletos e arcaicos, assim como as necessidades do homem.











Atualizado no dia 15/07 sexta-feira -  Uma semana após o inicio da demolição de templo.

O templo Batista começou a ser demolido na última segunda-feira 11/07. Acompanhe o andamento da obra uma semana depois.








Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: