Casal de jovens russos se suicida e posta vídeo no Instagram

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest


Uma foto do casal adolescente de14 de novembro de 2016 © Instagram

Um casal de jovens de 15 anos de idade de uma cidade perto de Pskov, no noroeste da Rússia, que fugiu de seus pais, abriu fogo em um carro da polícia e depois se matou, disse o Comitê de Investigação russo.

“Dois adolescentes armados de 15 anos se barricaram em uma casa no assentamento Strugy Krasnye. Oficiais de aplicação da lei estavam negociando com eles por várias horas, no entanto, tudo em vão. Mais tarde, os adolescentes pararam de responder”, diz a declaração dos investigadores.



Os oficiais da Força Especial russa envolvidos na invasão da casa disseram que não abriram fogo durante a operação, informou o serviço de imprensa da Guarda Nacional Russa à TASS.





Ao entrar na casa, os funcionários encontraram dois corpos “com ferimentos de bala”. A polícia russa especial disse que dentro também localizou um cofre aberto, com arma e munições. O menino e a menina tinham “sinais distintos de suicídio”, acrescentaram.

Relatos sugerem que os adolescentes eram chamados Denis e Katerina. Eles transmitiram o tiroteio na viatura da polícia e publicaram um vídeo no Instagram onde Katerina é ouvida explicando em russo que ela se desentendeu com sua mãe que não permitiu que ela fosse à uma festa do pijama na casa de sua amiga.

“Houve uma festa do pijama na casa da minha amiga. Eu não pude ir, mas eu fui de qualquer maneira. Eles me encontraram à noite … Foi duro e tudo aconteceu na frente do Denis e da mãe deke. Eu fugi novamente”, disse Katerina no vídeo.

Os adolescentes passaram os próximos três dias se escondendo dos pais na casa onde a tragédia ocorreu na segunda-feira.



Foto tirada dentro da casa onde o casal se suicidou em 14 de Novembro

O suicídio aparentemente tinha sido planejado de antemão com Denis falando no vídeo sobre as melhores maneiras de passar o último dia de sua vida enquanto visava o carro da polícia. Katerina deixou uma nota de despedida sobre o que parece ser sua página na rede social russa VK.

“Eu amei todos vocês. Mas vocês não perceberam como arruinaram minha mente e minha vida”, diz a nota.

Em outro post, Katerina alegou que ela não foi tomada como refém e que o suicídio era sua “escolha consciente”.

Após o incidente, a rede VK fechou a seção de comentários do garoto, enquanto a página da garota tem acesso restrito devido a configurações de privacidade, disse a secretária de imprensa da rede social à RIA Novosti.

Na tragédia de “Romeu e Julieta” de Shakespeare, jovens amantes se suicidam. O número de armas e munição, uma garrafa e um pacote de preservativos, no entanto, acrescenta um toque moderno à tragédia.
Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: