Criança de 11 anos é estuprada pelo pai e dois irmãos em um lago

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest
Em seu depoimento para a polícia, a vítima disse que foi obrigada a ter relações sexuais.


Três homens foram presos na cidade de Piancó, na Paraíba (PB), todos são acusados de terem abusado sexualmente de uma menina de onze anos. O caso deixou os moradores revoltados, quando se descobriu quem eram os seus estupradores. A menina foi violentada sexualmente por membros de sua família, sendo o seu pai e mais dois irmãos, um com 21 anos e outro de 16 anos. A jovem foi obrigada a praticar sexo à força com os três indivíduos. Os três suspeitos encontram-se presos.

Um homem que estava pescando no local viu quando os acusados estavam agarrando a menina à força. De imediato, ele chamou as autoridades. Diante dos fatos, os policiais se deslocaram até o rio. No entanto, os acusados e a garotinha foram levados para fazerem exames de corpo de delito e sexológico no Instituto Médico Legal (IML).

Logo após passar por todos os exames necessários, eles foram encaminhados para a delegacia. De acordo com a PM, receberam uma denúncia de um homem afirmado que uma adolescente estava sendo vítima de um estupro por três homens em um rio. Os policiais foram até o local informado, lá encontraram os três indivíduos com a vítima. Na delegacia, eles negaram ter abusado sexualmente da menina. Conforme informações da polícia, o pai da garota e um dos irmãos tem problemas mentais e passam por tratamento em uma entidade da cidade de Piancó.

Segundo a principal testemunha, cujo nome e idade não foram revelados pelas autoridades por motivos de segurança, ele viu quando os três acusados estavam abusando da jovem no ‘açude do governo’. Por serem três homens, ele ficou com medo, no entanto, acionou a polícia.

O Conselho Tutelar da cidade também está analisando o caso. A mãe da vítima, que não mora mais com o suspeito, em seu depoimento para a polícia, relatou que já suspeitava que a sua filha vinha sendo violentada sexualmente pelo ex-marido.

A criança prestou seu depoimento para a polícia e confirmou que era violentada pelo pai e pelos irmãos e que foi forçada a realizar os atos. Um inquérito foi abeto e o caso está sendo investigado. Se os acusados forem condenados, a pena pode variar de oito anos a quinze anos de cadeia. 
Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: