Empresário confessa que matou sobrinha-neta de Sarney

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest




O empresário Lucas Porto confessou o assassinato da publicitária Mariana Costa, de 33 anos, filha do ex-deputado estadual Sarney Neto e sobrinha-neta do ex-presidente da República, José Sarney. A informação foi dada pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela em coletiva realizada na sede da secretaria de Segurança.

Segundo o acusado confessou, ele tinha profunda atração física por Mariana Costa. No dia do crime, Lucas encontrou Mariana sem roupa no seu apartamento, deitada, à vontade, e desejou consumar o seu desejo sexual.



De acordo com o secretário Jeferson Portela, a versão da paixão incontida de Lucas por Mariana ainda é objeto de investigação. “Vamos aguardar o resultado da perícia e dos exames, a investigação permanece, até pelo fato do acusado ter mentido da primeira vez ao negar o crime. É um delito de natureza sexual, a apuração continua”, ressaltou. Para a perícia técnica realizada pelo Instituto de Genética Forense foi coletado material orgânico nas unhas e saliva da vítima, que permitirão que sejam realizados exames sobre o envolvimento de Lucas com o crime. Marcas de sangue e pelos corporais devem incriminá-lo.


Lucas Porto disse ainda no seu novo depoimento, acompanhado de advogados, que não tinha nenhum relacionamento amoroso com Mariana Costa. “Ele contou que foi uma paixão não correspondida”, informou o secretário Jefferson Portela.

O objetivo da polícia com a sequência dos trabalhos é confirmar se o depoimento de Lucas Porto tem procedência. No primeiro momento, Lucas negou a autoria do crime, por isso não é descartada outras linhas de investigação.

Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto foi encontrada morta na noite de domingo (14), em seu apartamento, no nono andar de um condomínio, na Avenida São Luís Rei de França, no Turu, em São Luís. Mariana era casada e tinha duas filhas, ainda crianças.

A jovem foi encontrada em casa por uma prima, despida, desacordada, com um travesseiro no rosto e com sinais de asfixia por tentativa de estrangulamento. Após ter sido encontrada no quarto, Mariana chegou a ser socorrida e levada para um hospital particular, mas não resistiu e teve morte confirmada na casa de saúde.

Vídeos com imagens do homicida



As câmeras de segurança registraram o momento que o empresário Lucas Porto deixou a publicitária Mariana Costa, as filhas e sobrinhas em casa e estacionando o carro no condomínio após virem de um almoço. 40 minutos depois, câmeras do hall do prédio mostraram Lucas saindo das escadas de emergência depois de possivelmente ter assassinado Mariana, sobrinha-neta do ex-presidente da República e ex-senador José Sarney. (clique no vídeo acima)

A Justiça do Maranhão determinou a prisão preventiva de Lucas Leite Ribeiro Porto, de 37 anos, principal suspeito de assassinar Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto. Lucas está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.



Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: