Policia já sabe o que motivou cunhado a matar sobrinha de Sarney

Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest


A Polícia Civil do Maranhão já tem uma linha de raciocínio sobre o que teria motivado Lucas Leite Ribeiro Porto a cometer o suposto assassinato da cunhada Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, sobrinha do ex-presidente José Sarney.
Os investigadores avaliam vários fatores dente eles o comportamento de Lucas nas redes sociais, histórico de passagem pela polícia e, principalmente, a amizade e carinho que nutria pela vítima.
Um ponto que chamou bastante atenção da polícia foi a relação de amizade entre ambos. Suspeita-se que Lucas, pelo grau de intimidade, teria compartilhado segredos com Mariana.
Outra hipótese trabalhada pela investigação seria um desencadeamento de surto psicótico, que ocorre manifestações de paranóia, alucinações e delírios. Vertente que poderia motivar o crime.
Há possibilidade também de tentativa de estupro onde no local Mariana teria travado luta corporal que deixou o cunhado com diversas marcas pelo corpo.
O delegado Leonardo, responsável pelo caso – sabe que Marina sofreu uma tentativa de estrangulamento e foi asfixiada por um travesseiro – deve revelar nas próximas horas o real motivo do assassinato.
O crime
Mariana Costa, de 33 anos, foi assassinada. O principal suspeito é o cunhado dela, Lucas Porto, que aparece nas câmeras de segurança do condomínio permanecendo 40 minutos e depois descendo as escadas correndo.




Fonte: Blog do Neto Ferreira
Compartilhe esse artigo! Facebook +Google Twitter Pinterest

Nenhum comentário: